domingo, 3 de maio de 2020

Días Grises / Dias Cinzentos







Días Grises



Los días grises surgen sin esperarlos
Simplemente llegan...
Llegan, y muchas veces nos abaten
Nos dejan sin suelo, sin aire, sin ganas
Y todo que queremos es desaparecer...

Quizás sacarnos el corazón del pecho
Junto com el miedo, tristezas, decepciones...
Y tomar el té del olvido
Pero no es asi...
Hay que...

Renacer el amor próprio
El animo
Y el latir del corazón
Sentir que hay vida
Todo passa

Seguir adelante...
Um nuevo sol nace
Los días grises se esfuman

Y la alegria triunfa




******************************************************


Dias cinzentos

Os dias cinzentos surgem sem esperar por eles
Apenas chegam...
Chegam e muitas vezes nos derrubam
Nos deixam sem chão, sem ar, sem vontade...
E tudo o que queremos é desaparecer.

Talvez arrancar o coração do peito...
E junto com ele: o medo, a tristeza, a decepção...
E tomar o chá do esquecimento
Mas não é assim...

É preciso...
Reavivar o amor próprio
O ânimo, a sensação do ar nos pulmões ...
E as batidas do coração

Compreender que ainda existe vida...
Tudo passa
Há vida hoje!
Continuamos...
Nasce um novo sol
Os dias cinzentos vão embora...

A alegria triunfa!


Vivi M Cartolano

2 comentários:

  1. Amiga la vida no siempre es color rosa hay q aprender de ella y fortalecer nuestra alma para seguir adelante

    ResponderExcluir